Cabelo e beleza autênticos

Cabelo e beleza autênticos

Dicas dos quatro cantos do mundo

Comunidade

O Authentic Beauty Movement encoraja as mulheres a expressarem a sua beleza autêntica individual e a atreverem-se a ser elas próprias. A beleza não é um valor universal, mas um valor influenciado pela cultura. Além disso, as texturas do cabelo natural original e outras características físicas afetam os looks que são populares e podem ser alcançados sem esforço.

Authentic hair and beauty in India, South Korea and Japan

Cabelo e beleza autênticos na Índia, Coreia do Sul e no Japão

Na maioria das culturas asiáticas, o cabelo comprido e a pele clara constituem a base para variações regionais de padrões de beleza tradicionais. Embora existam de facto muitas diferenças entre países e culturas, um rosto imaculado, emoldurado por um cabelo abundante, escuro, saudável e brilhante é amplamente aceite como belo. O comprimento e a espessura são especialmente importantes em países como a Índia, onde o cabelo comprido é o epítome da feminilidade. 

A indústria altamente avançada da Coreia do Sul, a K-Beauty, influencia as tendências globais, mas, acima de tudo, preserva o tradicional quando se trata de cabelo. Muito como o infame regime de beleza de dez passos, o verdadeiro segredo de beleza reside num cabelo limpo e saudável. Por isso, usar os produtos certos para o teu tipo de cabelo é essencial.

No Japão, cabelo incrivelmente comprido e pele inacreditavelmente branca foram considerados cobiçáveis durante o período Heian, que ainda é influente nos dias de hoje. No entanto, a tendência atual é cabelo mais curto – e com muito mais cores. O blunt bob com franja direita existe em todas as cores do arco-íris. Estilos estratificados e assimétricos, ousados e experimentais, são todos populares, sobretudo na capital da moda urbana, Tóquio. 

Uma coisa a que a maioria das mulheres asiáticas presta atenção é à proteção UV. Aproveitar o sol de forma inteligente não protege apenas a pele de bronzeamento e danos - ficar à sombra, usar um chapéu ou mesmo usar um guarda-sol é igualmente benéfico para o cabelo. Termina qualquer estilo com um spray de tratamento que contenha benzofenona-4 para ajudar a proteger contra raios UV.

Authentic hair and beauty in Australia

Cabelo e beleza autênticos na Austrália:

Os australianos também crescem com preocupações a nível de radiações solares. No entanto, em vez de procurarem uma tez pálida, o seu ideal de beleza é um bronze seguro e brilhante, alcançado por um estilo de vida ao ar livre associado à melhor proteção solar. É escusado referir que as mulheres australianas também são especialistas em cuidados pós-solares. É fácil as mulheres australianas serem autênticas belezas de praia quando 85% da população vive a cerca de 50 km da costa. Precisam só de um mergulho no oceano para conseguir um penteado descontraído modelado pelo sal marinho e madeixas naturais da exposição ao sol. Para manter o cabelo com um aspeto saudável, gamas nutritivas para o cuidado do cabelo, como Replenish para cabelos danificados, proporcionam o tratamento ideal para te mimares depois da praia.

Authentic hair and beauty in Scandinavia

Cabelo e beleza autênticos na Escandinávia:

O sol e o calor não são problema no Norte da Europa durante a maior parte do ano, mas invernos longos e rigorosos, com o frio exterior e o ar quente e seco interior que os acompanham, causam estragos no cabelo e na pele. Uma dieta rica em ácidos gordos essenciais saudáveis, bem como produtos capilares e de beleza hidratantes são úteis antes, durante e depois de um adorado ritual de beleza escandinavo: a sauna. É ótimo para uma tez radiosa e pode até tirar partido do tempo na sauna como uma sessão de condicionamento de cabelo em calor profundo. 

Chegado o verão, o cabelo comprido é essencial para os lindos penteados entrançados que são particularmente populares para celebrações. Em pleno verão, quando o sol (quase) nunca se põe, as mulheres suecas - e, por vezes, os homens - usam flores silvestres nas madeixas de cabelo de tranças soltas . É um visual que até está na moda atualmente, mas é também uma celebração intemporal de cabelo e beleza naturais.

Authentic hair and beauty in France

Cabelo e beleza autênticos em França

Manuais sobre como fazer as coisas como as mulheres francesas são um género por si só. Não dá para evitar a curiosidade pelos segredos de dieta, estilo de vida, moda, cabelo e beleza das les Françaises. Em geral, isto resume-se a "menos é mais" e "tentar parecer que não se está a tentar". Esta regra geral aplica-se também aos cuidados com a pele e aos penteados. A maquilhagem "sem maquilhagem" e o cabelo descontraído são o look característico de elegantes parisienses, de Françoise Hardy e Jane Birkin, Vanessa Paradis e Marion Cotillard. Para te saíres bem com este look, precisas de uma pele imaculada e de um cabelo saudável e bem cortado. Opta por um corte texturizado, que permita o movimento natural e tenha um aspeto chique, até quando estiver completamente por arranjar. Para um toque invisível que torna o cabelo fácil de pentear e macio sem parecer "arranjado", tenta o primer de perfeição. Pulveriza-o antes de secar o cabelo. Depois, basta passares os dedos e está pronto. Para um look ainda mais sem esforço, adiciona creme modelador ao cabelo, faz uma trança e deixa secar naturalmente durante a noite.

Authentic hair and beauty in Mexico and Brazil

Cabelo e beleza autênticos no México e no Brasil

Um dos mais eficazes segredos que devíamos roubar das nossas irmãs da América do Sul é o sono de beleza, ou a siesta. A prática teve origem em Espanha, mas atravessou o oceano. Não há melhor maneira de aumentar os níveis de energia e de proporcionares a ti mesma um aspeto fresco e saudável do que fazer uma pequena sesta à tarde, como se faz na Costa Rica, Equador e México. 

Os ideais de beleza predominantes no México foram tendo influência na América do Norte ao longo das décadas, com as subculturas Latina, Chola e Chicana a atravessar fronteiras sem problemas. Estas persistem ainda hoje, mas também estão a ser redefinidas graças ao movimento Xicana, que questiona os arquétipos de beleza da América Latina. Envolve a análise de ideias tradicionais do que torna uma mulher bonita e de como os tacanhos ideais de beleza podem ser limitadores. Apesar de tudo, muitas mulheres Xicana esforçam-se por ser autênticas, abraçando a sua herança, incluindo elementos indígenas, e usando com orgulho os estilos que realçam o seu cabelo pesado e volumoso. Os seus looks prestam, frequentemente, homenagem à ícone feminista Frida Kahlo que, por sua vez, olhava para a sociedade matriarcal de Tehuantepec em busca de inspiração para o cabelo, a beleza e a moda.

As mulheres americanas a sul do equador costumam apreciar o cabelo longo, ondulado e volumoso, frequentemente compostos por madeixas de aspeto natural. Por exemplo, se quiseres saber os looks que estão na moda na Praia de Ipanema, basta ver a supermodelo Gisele Bündchen e os Anjos brasileiros da Victoria's Secret que seguiram os passos de Adriana Lima. No entanto, o Brasil pode ser tão húmido que os tratamentos contra o cabelo crespo são tão importantes quanto um champô nutritivo e condicionadores. Velaterapia, também conhecida por banho de vela, dá todo um outro sentido ao cliché da inflamada beleza da América Latina. A técnica popularizada globalmente por modelos brasileiras e o seu invejável cabelo envolve a queima de pontas espigadas com uma vela, dando-lhe um pequeno corte sem perder comprimento. Se te parecer algo intimidante, fica-te pelo regime de cuidados que te mimam.

Authentic hair and beauty in Tanzania and Nigeria

Cabelo e beleza autênticos na Tanzânia e na Nigéria

O continente africano é lar de uma grande variedade de etnias, culturas e padrões de beleza. Em muitas das partes mais quentes de África, tradicionalmente, as mulheres mantiveram o cabelo curto, tanto por motivos práticos como estéticos. No antigo Egito, a depilação fazia parte do ritual de beleza de homens e mulheres, e muitos mais usavam perucas, em vez do cabelo natural. 

Para os Maasai, que vivem no deserto do Serengeti, o cabelo curto é típico do estilo feminino. Enquanto os guerreiros masculinos usam tranças que revelam o seu estatuto, as mulheres ostentam o cabelo rapado, contrabalançado por coloridos adereços com missangas e jóias. Recentemente, o look arrojado recebeu uma atualização contemporânea graças ao êxito de bilheteira Pantera Negra, que mostrou guerreiras de cabeças nuas do reino ficcional de Wakanda a salvar o dia, fazendo lembrar bastante as mulheres Maasai.

Noutras culturas, técnicas de tranças, nós e entrelaçamentos passaram de tradicionais a modernas, tendo sido exportadas para todo o mundo. Na Nigéria, as adeptas das tranças são particularmente inventivas, criativas e influenciadas por estilos de diferentes tribos e etnias, como as tranças adornadas com conchas dos iorubás, os pentes de cabelo em leque dos igbos e o estilo Akaba alto que se tornou popular nos anos 60. Uma vantagem dos estilos entrançados é que, apesar do esforço envolvido na sua primeira criação, assim que o look é conseguido, dura muito tempo e exige um trabalho mínimo, mas o máximo de cuidado.

Quer o seu cabelo exija muita manutenção ou seja fácil de modelar, quer o use num estilo tradicional ou tenha um ousado look moderno, o que torna uma mulher bonita é sentir-se confortável na sua própria pele, com um estilo que adore. Ser autêntica é bonito – em todo o mundo!

#Authentic­Beauty­Movement
#MYBELIEF